Lançada a versão 0.6.0 do fpm

Lançada a versão 0.6.0 do fpm

Esta versão introduz uma visualização melhor para a saída da compilação, que só é mostrada quando há erros, de modo a manter a saída limpa para compilações de sucesso. Além disso, fpm agora pode detectar módulos não usados e evitar a compilação daqueles que não são necessários para a aplicação, o que melhora a velocidade em dependências grandes como a stdlib. Ao criar um novo projeto com o fpm, as informações de autoria são tiradas da configuração do git o que evita o uso de valores padrão no manifesto. Várias outras correções e melhorias foram também introduzidas nesta versão.

Encontre as notas de lançamento completas aqui.

Agradecimentos a Pedro Costa (@p-costa), Sebastian Ehlert (@awvwgk), Laurence Kedward (@lkedward), Wileam Y. Phan (@wyphan), Arteev Raina (@arteevraina), Simon Rowe (@wiremoons), Andre Smit (@freevryheid), John Urban (@urbanjost), Zuo Zhihua (@zoziha), @st-maxwell e @noisegul por contribuírem no lançamento desta versão.

Registro de mudanças

  • melhor extração do compilador Fortran a partir do wrapper MPI (#634)

  • Atualiza o comando do diretório de saída do módulo para o flang-new/f18 (#645)

  • Respeitar o nome dos arquivos principais definido pelo usuário (#646)

  • permite o uso de . nos subcomandos de fpm new em vez de ter que mudar o caminho (#630)

  • obtém o nome de usuário e email usando git config se disponível, caso contrário use o valores padrão (#652)

  • Ignorar arquivos ocultos (#654)

  • Limpa a saída de texto dos programas usados no backend (#622)

  • Adiciona uma nota a respeito da mudança de local do manual de referência do manifesto (#648)

  • Correção de erro quando o arquivo não é encontrado em: src/fpm_source_parsing.f90 (#675)

  • Conserta problema com a saída embelezada do backend (#677)

  • correção: remove espaço desnecessário no comando fpm new (#684)

  • Pequena correção para o fpm_model (#688)

  • adicionado comando clean (#655)

  • Corrige flag -J não-portátil para o compilador GFortran no script de instalação (#692)

  • Correção da opção show-model (#693)

  • Otimização da árvore para módulos (#676)

  • Correção da otimização submódulos (#704)

  • correção: remove espaço extra dos testes do comando de ajuda (#686)

  • Correção: Usar a unidade stderr para a mensagem de que o projeto está atualizado (#706)

  • Evita laço infinito se o comando «fpm-» está no PATH (#713)

  • Corrige –show-model, inicializa c_source%parent_modules (#712)

  • Adiciona uma seção OMP critical para o make_archive (#708)