Instalação do fpm

Este guia cobre a instalação do Gerenciador de Pacotes Fortran (fpm) em várias plataformas.

Baixar executáveis

Binários para macOS, Linux e Windows (todos para a arquitetura x86-64) estão disponíveis para download em cada lançamento do fpm, bem como a versão mais recente (bleeding edge) que está a par com o último commit do ramo main.

Vá para fpm releases para ver todas as versões disponíveis. Os arquivos a serem baixados se encontram ao final de cada seção de release sob Assets; Clique no link apropriado baseado no seu SO. Por exemplo, para baixar o binário para o macoOS, clique no link que possui macos no nome. Após baixado, você precisará torná-lo executável. No Linux e macOS, você pode fazer isso digitando

chmod +x fpm-0.5.0-linux-x86_64

De forma opcional, coloque o binário em um diretório que é globalmente acessível (Ex. na variável de ambiente PATH). Você também pode renomear o binário para apenas fpm para ser mais fácil de usar.

Para Windows, tanto um arquivo binário independente quanto um instalador para o fpm estão disponíveis.

Nota

Links que possuem a extensão .sha256 fornece as hashes criptográficas que você pode usar para verificar se o download do seu binário foi um sucesso. Para verificar a integridade do seu download você pode realizar o checksum que pode ser computado localmente e comparado com o disponível no release

❯ openssl sha256 -r fpm-0.5.0-linux-x86_64
387782f29b19eb6fbf14dd5cef76907a4c9cb6d20726d5508a78225ccd131ca8 *fpm-0.5.0-linux-x86_64
❯ cat fpm-0.5.0-linux-x86_64.sha256
387782f29b19eb6fbf14dd5cef76907a4c9cb6d20726d5508a78225ccd131ca8  fpm-0.5.0-linux-x86_64

se o checksum não confere, o download pode ter sido incompleto e o binário pode não funcionar. Nesse caso, tente baixar o binário novamente e confira se o checksum bate.

Gerenciador de pacotes MSYS2

O projeto MSYS2 provê um gerenciador de pacotes e torna várias ferramentas comuns ao Unix disponíveis no Windows.

Nota

Para instalar baixe o arquivo instalador msys2-x86_64-AAAAMMDD.exe a partir do site do MSYS2 e execute-o. MSYS2 criará vários atalhos em sua Área de Trabalho, como o MSYS terminal, MinGW64 terminal e o UCRT64 terminal (mais informações sobre terminais do MSYS2 estão disponíveis aqui).

O Gerenciador de Pacotes Fortran possui suporte aos terminais UCRT64, MinGW64 e MinGW32.

Abra um novo terminal e atualize sua instalação usando

pacman -Syu

Você pode precisar atualizar o MSYS2 e o pacman primeiro, reinicie o terminal e rode os comandos novamente para atualizar os pacotes instalados.

Se você está usando o terminal MinGW64 você pode instalar os programas necessários usando

pacman -S git mingw-w64-x86_64-gcc-fortran mingw-w64-x86_64-fpm

Dica

Tanto o git quanto o gfortran não são dependências obrigatórias para rodar o fpm. Ambos podem ser fornecidos externamente.

Gerenciador de pacotes Homebrew

O Gerenciador de Pacotes Fortran (fpm) está disponível para o gerenciador de pacotes homebrew no MacOS via um tap adicional. Para instalar o fpm pelo comando brew, inclua o novo tap e instale-o usando

brew tap awvwgk/fpm
brew install fpm

Distribuição de binários estão disponíveis para MacOS 11 (Catalina) e 12 (Big Sur) para arquiteturas x86_64. Para outras plataformas fpm pode ser compilado localmente direto do código-fonte de forma automática.

Fpm deverá estar disponível e funcionando após este processo.

Gerenciador de pacotes Conda

O fpm está disponível no conda-forge, para adicionar o conda-forge aos seus canais use:

conda config --add channels conda-forge

Fpm pode ser instalado com:

conda create -n fpm fpm
conda activate fpm

Alternativamente, se você deseja que o fpm estejaa sempre disponível instale diretamente no seu ambiente de trabalho atual usando

conda install fpm

Nota

O gerenciador de pacotes conda pode ser instalado a partir do miniforge ou partindo do miniconda.

Repositório comunitário do Arch Linux (AUR)

O repositório da comunidade do Arch Linux (AUR) contém dois pacotes para o Gerenciador de Pacotes Fortran (fpm). O pacote fortran-fpm-bin instala um binário estático Linux/x86_64 da página de lançamento, já o pacote fortran-fpm vai compilar o fpm inicial direto do código-fonte.

Selecione um dos arquivos PKGBUILD e baixe-o usando

git clone https://aur.archlinux.org/fortran-fpm.git
cd fortran-fpm

Naturalmente, primeiro você deve inspecionar o PKGBUILD antes compilá-lo. Após verificar que o arquivo PKGBUILD parece seguro, compile o pacote com

makepkg -si

Uma vez que a compilação tenha terminado, o pacman vai perguntar sobre a instalação do pacote fpm.

Compilando o código-fonte

Para compilar o fpm a partir de seu código-fonte baixe sua versão mais recente, seja clonando o repositório do GitHub com

git clone https://github.com/fortran-lang/fpm
cd fpm

ou através do download de um arquivo comprimido contendo o código-fonte mais recente

wget https://github.com/fortran-lang/fpm/archive/refs/heads/main.zip
unzip main.zip
cd fpm-main

O script de instalação disponível permite compilar o fpm inicial usando apenas um compilador Fortran, o git e acesso a rede. Rode o script para iniciar o processo de compilação

./install.sh

Fpm será instalado em ~/.local/bin/fpm.

Nota

A construção de um binário inicial partindo da versão de código-fonte único pode demorar alguns segundos, o que pode fazer com que o script pareça congelado.

Dica

O local da instalação pode ser ajustado passando a opção --prefix=/caminho/para/instalar.

Se você não conseguir rodar o script de instalação, você pode realizar o procedimento manualmente, com os seguintes passos:

  1. Baixe a versão de código-fonte único do fpm

    wget https://github.com/fortran-lang/fpm/releases/download/current/fpm.F90
    
  2. Compile um executável inicial a partir da versão de código-fonte único

    mkdir -p build/bootstrap
    gfortran -J build/bootstrap -o build/bootstrap/fpm fpm.F90
    
  3. Use o executável inicial para compilar a versão completa do fpm

    ./build/bootstrap/fpm install